[PDF] ✓ Free Read ↠ A Mina do Deus Morto (DN Contos Digitais, #19) : by João Barreiros ✓


  • Title: A Mina do Deus Morto (DN Contos Digitais, #19)
  • Author: João Barreiros
  • ISBN: 9789898507167
  • Page: 485
  • Format: ebook

  • Algures nos anos sessenta do s culo passado, num universo que n o o nosso, mil metros abaixo das colheitas de volfr mio nas Minas da Panasqueira realizadas pela companhia Beralt in Wolfram, existem outras minas, secretas, terr veis, brutais, onde se recolhe gr o a gr o as part culas que provam a exist ncia e a agonia final de Deus as Minas do Deus Morto.
    João Barreiros
    Jo o Barreiros, licenciado em filosofia e professor do ensino Secund rio, nasceu a 31 de Julho de 1952, numa humilde cidade que em breve iria cair na Sombra dos grandes Antigos.Quando se refez do choque, devorou milhares de t tulos em todas as l nguas a que conseguiu deitar m o, participou na feitura do Grande Ciclo do Filme de FC de 1984 patrocinado pela Cinemateca Portuguesa e Funda o Gulbenkian, escreveu dois vastos artigos para a Enciclop dia hoje esgotada e objecto de culto para quem a conseguiu comprar.Dirigiu duas ef meras colec es para as Editoras Gradiva Col Contacto e Cl ssica Col Limites que o p blico portugu s resolveu esquecer pior para ele , publicou um vasto romance de quase 600 p ginas com a discreta ajuda de Luis Filipe Silva de seu nome Terrarium , precedido por uma colect nea de contos que chegou a perturbar algumas almas mais sens veis O Ca ador de Brinquedos e Outras Hist rias.Anos mais tarde dedicou se hist ria alternativa A Verdadeira Invas o dos Marcianos que mereceu edi o espanhola e simp ticas criticas no jornal El Pa s.Em 2006, a editora Livros de Areia dedicou lhe um chapbook com a publica o de uma das suas novelas malditas Disney no C u Entre os Dumbos nk para f rum bangg 263x152 53.42 kb


    Commentaires:

    Manuel Alves
    A atmosfera de fascismo científico, e consequente desumanização do ser humano, é criada com habilidade suficiente para fazer questionar a própria ideia do que significa ser humano; ou, pelo menos, até onde vai a extensão do direito à liberdade humana assente no livre arbítrio do indivíduo. Fica uma certa curiosidade acerca da finalidade dada pela companhia mineira às partículas do Deus Morto, e também acerca da concretização, ou fracasso, das intenções secretas dos mineiros.

    Artur Coelho
    Deus está morto, atomizado em partículas cognitivamente influentes que se espalharam pelo vasto universo. Precioso recurso natural, estas partículas são desbravadas por mineiros deficientes mentais, os únicos capazes de sobreviver à expansão mental provocada pela exposição às partículas deístas. Este conto de João Barreiros insere-se no mundo ficcional retro criado para a antologia Lisboa no Ano 2000, uma realidade alternativa influenciada pela estética steampunk e onde, na visão [...]

    Filipa
    Não exactamente o que eu estava à espera.

    André
    Este conto deixou-me de certa forma com opiniões contraditórias. Por um lado, o começo é estranho, com uma escrita pesada, um texto que dá a sensação de ter sido demasiado planeado, palavra a palavra, tudo adjectivado e comparado à exaustão, com recurso a um linguajar atípico que nos faz quase contar palavras em vez de ler e se torna um entrave à entrada na história. Admito que se reconhece no narrador a voz do João Barreiros e lembrei-me que este conto resultaria bem em formato de [...]

    São
    Uma vez mais, as partículas divinas ou as partículas de Deus surgem como algo demasiadamente ambicionado pelo Homem. Neste conto, elas constituem pequeníssimos resquícios de pó de um Deus que morreu “há vinte e cinco biliões de anos, pela hora do chá”.Numa europa globalizada, dominada pela Alemanha, o ser humano vê-se reduzido a ser dominado pela tecnologia que lhe retira todas as suas faculdades mentais, dia após dia, ano após ano. Só quando desce ás profundezas da mina, em con [...]

    Célia
    João Barreiros é um autor que já conhecia, de quem já li coisas que gostei mais e outras que gostei menos. Este conto, que ao que parece partilha o universo criado para a antologia de contos Lisboa no Ano 2000 (que tenho em fila de espera para ler), foi decididamente uma boa experiência de leitura.Em relativamente poucas palavras, João Barreiros consegue criar um mundo credível, interessante e que deixa o leitor intrigado. Nas minas da Panasqueira, uma empresa leva todos os dias um grupo [...]

    Nádia Batista
    Tive pena de não ter gostado mais deste conto de João Barreiros. O autor tem uma forma extremamente simples de escrever mas muito aprazível, com uma leve dose de humor e de seriedade q.b. E o tema de A Mina do Deus Morto quase que me interessa. Foi esse o meu problema. O conto está muito bem escrito mas o seu conteúdo passa-me ao lado. O que para muitos será uma pena, enquanto que outros tantos se identificarão com as minhas palavras. Parece-me haver ali uma piscadela de olho à actualida [...]

    Margarida
    A história de ficção científica de um universo paralelo que existe por debaixo da Mina da Panasqueira. Um universo onde seres humanos são dominados num sistema autoritário, onde o indivíduo não existe e têm uma vivência mecanizada. Trabalham na Mina do Deus Morto, onde recolhem partículas do ente divino, que permite a reversibilidade da Morte e a imortalidade. Os seres humanos quando chegam à mina ganham inteligência de que parecem desprovidos no local onde habitam e conspiram pela [...]

    Tita
    Foi a minha estreia com o autor e gostei bastante da forma como conseguiu criar um ambiente de ficção científica credível, com excelentes descrições num conto tão curto.

    Marco
    Não é dos piores.

    • [PDF] ✓ Free Read ↠ A Mina do Deus Morto (DN Contos Digitais, #19) : by João Barreiros ✓
      485 João Barreiros
    • thumbnail Title: [PDF] ✓ Free Read ↠ A Mina do Deus Morto (DN Contos Digitais, #19) : by João Barreiros ✓
      Posted by:João Barreiros
      Published :2018-08-19T05:43:20+00:00